Espírito Forte

Atualizado: 11 de Set de 2019

“Quando dois atletas de habilidade física igual competem entre si, aquele que está mais preparado mentalmente é o vencedor. Até mesmo acontece de um atleta perfeitamente preparado fisicamente perder para um oponente fisicamente mais fraco, porém mentalmente mais forte.” - Dariusz Nowicki

Darius Nowicki foi o coordenador chefe de preparação psicológica para o time polonês para as Olimpíadas de 2000. E por mais que ele esteja retratando um cenário competitivo de esportes, uma mente psicologicamente forte é necessária para lidar com todos os aspectos da vida, sejam eles sociais, físicos, emocionais e espirituais.


Entende-se que desenvolvendo uma das áreas (físico, mental ou emocional), as outras áreas também avançam, até certo ponto. Então através do treinamento físico, podemos fortalecer nossa capacidade psicológica e emocional, e vice-versa; uma maneira simples de perceber como uma área atrapalha o desenvolvimento da outra, é observando que cada estado emocional causa alterações psicológicas, mudando a maneira de pensar no momento, e altera questões fisiológicas, como os batimentos cardíacos, a frequência respiratória e a postura.


Já foram feitos experimentos que provaram que o contrário também é verdadeiro. Quando uma pessoa se obriga a contrair seus músculos faciais de certa maneira que reproduz uma expressão facial correspondente a uma emoção, produziu de fato a emoção. (Ekman et al. 1983; Levenson et al. 1990). Esta aplicação prática é uma das maneiras de induzir um estado emocional para o fortalecimento do indivíduo.


O que buscamos durante o treinamento, especialmente na luta, é entrar em um estado de concentração máxima, através do controle das emoções, usando a visualização mental de imagens e mantendo nossa mente em foco.


Uma grande força de vontade é conquistada através do encontro com as dificuldades, com a frustração, dor, amadurecimento e a conquista de superar a dificuldade. O ideal é desenvolver metas com dificuldades organizadas sistematicamente, e não ocasionalmente, buscando no treinamento não criar dificuldades grandes demais para serem impossíveis de superar. Porém sempre deve haver um nível de dificuldade, que a cada superação aumente, tanto em sua complexidade, quanto no esforço empregado para superar o novo obstáculo. Dessa forma, aprende-se desde o início que não haverá atalhos fáceis para superar dificuldades, porém todas as dificuldades podem ser superadas a partir do esforço empregado com disciplina, técnica e consistência.


Quando há barreiras psicológicas para serem quebradas, não há caminho fácil, porém também não há uma grande complexidade. Deve-se identificar qual é essa barreira e como foi formada, buscar reproduzir a situação e superá-la. A falha e a frustração fazem parte da formação de um caráter forte, e devemos aprender a lidar com esses sentimentos desde pequenos.


Tendo isso em mente, há algumas qualidades que devemos buscar em especial para desenvolvermos força de vontade. Um senso de propósito, de preferência baseado em motivos não-egoístas, disciplina, iniciativa, autocontrole, confiança, perseverança, coragem e, acima de tudo, a capacidade de manter-se inabalável ao tomar uma decisão.


Tudo isso deve ser feito levando em consideração os princípios éticos, denominados Yamas e Niyamas, e sempre sob uma reflexão e um autoestudo, tendo humildade e sabedoria para tomar decisões corretas.


Esse conjunto de capacidades é o que os orientais chamam de “Espírito Forte”.


Referência: Science of Sports Training, Thomas Kurz

10 visualizações
HAPKIDO SONG DO KWAN
HAPKIDO SONG DO KWAN

Hapkido & Taekwondo

Rua Rocha Pombo, 649

Juvevê - Curitiba

WhatsApp-25px.png

Parcerias

MARCA-CLINICA-sombra.png
  • Facebook